Os carretos de pesca em conjunto com a cana são a ferramenta mais utilizada na pesca. Existem vários tipos de carretos para todos os bolsos e gostos, tantos que a vez até se torna difícil de escolher um.

Mas descomplicando as coisas são bem mais fáceis, e escolher um carreto de pesca não é assim tão difícil. Existem carretos destinados aos mais diversos tipos de pesca que exigem mais ou menos desta ferramenta que por necessidade deve ser mais ou menos robusta.

Na nossa loja tem disponíveis alguns modelos distintos de carretos de pesca, consulte a nossa loja para ficar a par das ofertas disponíveis.

Mas falando do carreto em si, este é o dispositivo mecânico montado na extremidade do cabo da cana de pesca. Não é mais que uma espécie de bobine ou semelhante a polia para armazenar grandes quantidades de linha de pesca que são presas a uma cana.

Os carretos de pesca permitem que lançar o isco ou amostra a grandes distâncias e que os peixes sejam “rebocados” uma vez capturados. Eles também permitem que você recupere o isco corretamente, que pesque em águas mais profundas e lute contra peixes maiores com uma maior facilidade.

Cada pescador tem o seu carreto ideal, é importante entender a sua preferência de pesca e nível de experiência. Também é essencial ter em mente o tamanho dos peixes que quer pescar.
Os carretos de água doce são projetados para pescar peixes encontrados em lagos, rios, barragens ou açudes, enquanto os carretos de água salgada funcionam melhor em espaços abertos como a costa e oceano.

Os carretos mais conhecidos são os de casting e spinning depois existem os “fly reels”.
Os mais fáceis de utilizar são os carretos de spincast já os tão populares carretos de spinning, um pouco mais difíceis de usar.

Carretos de Pesca - Tudo Sobre
carreto de pesca

A maioria dos pescadores iniciantes pode ter alguma dificuldade em manusear esta ferramenta, mas é como andar de bicicleta e quando se apanhar a técnica geralmente nunca mais se esquece.
Cada carreto é um carreto certifique-se sempre que está a combinar o carreto com a cana certa.

Partes de um carreto

Mesmo que cada carreto seja diferente, todos os carretos compartilham alguns componentes principais.

Carreto

De um modo geral o carreto é aquilo que suporta a linha. Existem de vários tamanhos e para quantidades diferentes de linha. Ao olhar para a bobine você verá uma listagem de 12/160 ou 8/250. Isso informa quanto de uma determinada linha o carreto pode conter. Nos 2 exemplos, o carreto pode conter 160 metros de 12lb ou 250 metros de linha 8lb.

Capacidade da linha

A capacidade da linha é vital para selecionar um carreto. Os carretos podem lidar com apenas 15 metros até 900 metros de linha. A quantidade de linha de pesca necessária depende da sua pescaria. Por exemplo, pescar em um lago ou riacho exigirá apenas uma capacidade mínima de linha. Se você por outro lado planeja pescar em um lago, pode precisar de mais capacidade de linha para lidar com a profundidade da água e o tipo de peixe que pode correr com ela.
Impresso no carreto ou na sua embalagem há uma orientação da quantidade de linha de pesca que o carreto irá suportar.

Fiança

A fiança é o mecanismo que impede ou permite que a linha saia do carreto. A fiança têm 2 (duas) configurações, aberta ou fechada.

  • Uma fiança aberta permite que a linha saia do carreto
  • Uma fiança fechada impede que o carreto deixe a linha sair

Ao lançar a sua linha uma das coisas que você obrigatoriamente faz é abrir a fiança. Depois que o lançamento é concluído, a alça é fechada. Ouve-se por norma um clique que é o sinal de que esta esta efetivamente trancada. Um barulho perfeitamente normal.

Velocidades de Recuperação de Linha

Um carreto de pesca, aciona engrenagens que giram um eixo no carreto. Quanto mais rápido a alça é girada, mais rápido o carreto gira. Relações de velocidade mais baixas fornecem mais potência para trazer peixes de profundidades mais profundas, enquanto rações de engrenagem mais altas se beneficiam ao puxar para mais perto da superfície.

Para explicar de forma simples, quanto maior a proporção (giramento), mais rápido a recuperação.
Os carretos com relação de transmissão mais alta são excelentes em relação aos com relação de transmissão mais baixa que exigem menos esforço ao pescar presas de maiores dimensões.

Rolamentos e Esferas

Todos os carretos de pesca convencionais contêm rolamentos de esferas ou buchas construídas dentro para operar. O pensamento geral é quanto maior for a quantidade de rolamentos em um carreto mais suave será e menor custa é o de tirar o peixe da água. Porém deve considerar-se que a quantidade de rolamentos não significa necessariamente que o carreto seja mais liso do que outros com menos.

As empresas por norma listam apenas o número total de rolamentos, não a qualidade dos rolamentos.
Por outras palavras um carreto com 2 rolamentos de esferas usinado com tolerâncias apertadas e rolamentos de aço inoxidável selados de fábrica de alta qualidade terá um desempenho mais longo e suave do que um carreto com 6 rolamentos de esferas feitos de latão. O fator decisivo na hora de comprar um novo carreto não deve se limitar apenas ao número de rolamentos, mas ao desempenho geral.

Manivela

A manivela é a uma pega única, mas existem de pega dupla. Elas são projetadas para acionar (enrolar) a linha no carreto.

Espero que este artigo o ajude a conhecer mais sobre esta ferramenta tão importante na vida de todos os pescadores, e tenha tirado algumas dúvidas para que não seja necessário pedir a opinião sobre aquilo que acabou de comprar mantendo a confiança na escolha e opção que tomou.

Este artigo foi inspirado no site angelfire

Comments (1)

  1. Pingback: Linhas de Pesca (fio) – Tudo Sobre - PescaLowCost.PT

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *